Buscar em:

Pousada das Missões

ATRATIVOS TURÍSTICOS


Caminhadas


Caminhar nas Missões é muito mais que uma atividade de aventura ou lazer. São momentos de auto-conhecimento, superação física, emocional, em um lugar pleno de energia, magia e histórias. Há diversas opções de caminhadas, fazendo o mesmo percurso que os índios faziam no período das reduções, se pode fazer trajetos de três dias até caminhos internacionais.


Caminhadas


Caminhar nas Missões é deixar-se aproximar com o melhor do Espírito Missioneiro. A Pousada das Missões é o local de descanso dos peregrinos que passam pelo Patrimônio Mundial.

O Caminho das Missões é um roteiro místico-cultural-histórico de caminhadas através dos 7 Povos das Missões. Os roteiros são de 13, 7 ou 3 dias. Uma boa opção para um encontro consigo mesmo e também com a rica história do povo gaúcho. No percurso do Caminho das Missões passamos pelos 7 locais que abrigavam Missões Jesuíticas, São Borja, São Nicolau, São Luiz Gonzaga, São Lourenço,São Miguel, São João Batista e Santo Ângelo.

O trajeto percorrido é aproximadamente o mesmo que ligavam as Reduções, nele existem inúmeras casas com pedras retiradas das ruínas, moinhos missioneiros, pedreira missioneira - local onde retiravam as pedras para construir parte da igreja de São Miguel, casas centenárias, etc. São oferecidos aos peregrinos a preparação histórica com um guia turístico ou professor de história.

O Caminho do Caaró é feito em um dia saindo da Pousada das Missões e chegando até o Santuário em homenagem aos Três Santos Missioneiros. Há opção de caminhar apenas pelas matas e campos desta geografia ou fazer todo o caminho de 23 quilômetros.

Como Chegar: Roteiro de caminhada pelos 7 Povos das Missões no RS, percorrendo em 3, 7 ou 14 dias, 72, 170 ou 325km, respectivamente

Horários: Todos os dias

Contato(s): Caminho das Missões Operadora e Turismo

E-mail: pousada.missoes@terra.com.br



Caminho de Santiago do Brasil - Roteiro Missões


Roteiro Místico e Religioso: São 147 Km em meio ao verde da natureza da região missioneira. Cada passo é uma nova descoberta sobre a vida e a cultura do homem do campo. Durante o percurso você poderá desfrutar da hospitalidade das comunidades que o recebem, e que oferecem a mais autêntica comida campeira, com alojamentos simples e um merecido descanso ao peregrino.

Como Chegar: O grupo parte da Pousada das Missões, em São Miguel das Missões. Passa por Bossoroca, Capão do Cipó e chega a Santiago

E-mail: caminhosdesantiagodobrasil@hotmail.com

Observação: Não deixe de visitar, A Capela São Tiago, marco que deu nome à cidade de Santiago, em homenagem ao Santo Jacobeu; - Sítio Arqueológico da Estância Jesuítica do Sobrado, construção de pedra que abriga uma senzala original, em Bossoroca; - O Museu das Missões que reúne a maior coleção pública de imagens sacras e fragmentos missioneiros do Mercosul, junto ao Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo; - E conversar com índios guaranis da Aldeia Alvorecer Tekoa Koenjú, em São Miguel das Missões

Link: www.caminhosdesantiagodobrasil.com.br



Espetáculo Som e Luz


Caminhar nas Missões é muito mais que uma atividade de aventura ou lazer. São momentos de auto-conhecimento, superação física, emocional, em um lugar pleno de energia, magia e histórias. Há diversas opções de caminhadas, fazendo o mesmo percurso que os índios faziam no período das reduções, se pode fazer trajetos de três dias até caminhos internacionais.


Som e Luz


A sensação de assistir ao Som e Luz é única, e o que se vê durante o dia ao visitar as Ruínas, se vive durante a noite ao assisti-lo. O espetáculo foi criado em 1978, e é apresentado diariamente ao anoitecer. Foi produzido com vozes de artistas como Lima Duarte, Paulo Autran, Fernanda Montenegro, Paulo Gracindo, Juca de Oliveira e Armando Bógus. Os personagens são a terra, a catedral e os heróis e vilões que ali viveram e lutaram, mataram e dominaram.

As cores do espetáculo têm a ver com a história que é narrada: As ruínas se tornam multicoloridas quando são recordados os tempos áureos e assumem tons dramáticos quando é narrado o final das ferozes batalhas que banharam de sangue a região. Quem vê e ouve não esquece jamais.

“Os estranhos ora atentos com seus olhos assustados, podem ser talvez isentos da culpa dos crimes aqui consumados. Mas já que vieram aqui, devem ouvir nos ventos a verdade que encerrais: como foram arrasados vossos filhos, nossos pais, os tranquilos Guaranis”.

Diariamente ao entardecer

No Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo

Valor: R$ 5. Estudantes e maiores de 65 anos pagam meia entrada

Como Chegar: No Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo, a 150 metros da Pousada

Horários: Todos os dias ao entardecer. Os horários sofrem pequenos ajustes sazonais: Janeiro/Fevereiro: 21h 30 min. Março/Abril: 20h; Maio/Junho/Julho: 19h 30 min; Agosto/Setembro/Outubro: 20h; Novembro/Dezembro: 21h

E-mail: pousada.missoes@terra.com.br

Observação: A produção e a direção geral do espetáculo são de Darvin Gazzana e o texto é de Henrique Gazzana. Vários atores brasileiros fizeram parte da produção do espetáculo: Terra: Maria Fernanda Catedral: Fernanda Montenegro Pe Antonio Sepp: Paulo Gracindo Gian Batista Primoli e Giuseppe: Juca de Oliveira General Gomes Freire de Andrade e Marques de Valdelírios: Armando Bógus Emissário: Rolando Boldrin Sepé Tiaraju: Lima Duarte



Outros Atrativos


A viagem à região das Missões vai muito além de conhecer os Sítios Arqueológicos e o espetáculo de Som e Luz. Há diversas opções de passeios místicos e culturais que podem enriquecer ainda mais a sua experiência na região missioneira.


Circuito de Imagens Missioneiras


A arte missioneira representa um dos legados mais belos e valiosos da cultura dos Sete Povos das Missões, e muitas destas relíquias podem ser apreciadas em museus que abrigam peças produzidas durante o período das Reduções, onde se observa a complexidade da fusão da cultura guarani com a européia.

Para enriquecer ainda mais sua viagem, conheça o Museu das Missões, em São Miguel das Missões; O Museu Aparício Silva Rillo, em São Borja; O MALG em São Luiz Gonzaga; O Museu José Olavo Machado em Santo Ângelo e o Museu Municipal de São Nicolau.

O Museu das Missões abriga a maior coleção de arte sacra do país, e o Museu Monsenhor Wolski possui o 2º maior acervo de miniaturas em arte barroca do Brasil.

Como Chegar: Santo Ângelo: Museu Municipal José Olavo Machado, Catedral Santo Antônio das Missões: Museu Municipal Monsenhor Batista Wolski São Luiz Gonzaga: Museu Arqueológico de São Luiz Gonzaga, Paróquia de São Luiz Gonzaga São Miguel das Missões: Museu das Missões, dentro do sítio arqueológico de São Miguel das Missões São Nicolau: Museu Municipal


Fonte Missioneira


A Fonte Missioneira é uma obra arquitetônica do período Barroco Jesuítico-Guarani com mais de 300 anos. Construída em pedra grês, foi descoberta em 1982 e restaurada em 1983, e está localizada a 1 km do Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo.

A água colhida nesta fonte servia para o uso na redução, mas também para banhar-se, pois os levantamentos arqueológicos que atualmente estão sendo feitos mostram que abaixo dela há uma série de piscinas que possivelmente serviriam de local para o lazer dos indígenas.

Além desta fonte acredita-se que existiam outras seis que abasteciam a Redução e que atualmente estão sendo arqueologicamente buscadas e exploradas, para posteriormente serem postas a disposição do público.

Como Chegar: A 1km do Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo

Horários de Visitação: das 09 às 12 horas e das 14 às 18 horas

Observação: Acesso gratuito


Museu das Missões


O Museu das Missões contém o principal acervo de imagens esculpidas do período Jesuítico-Guarani em todo o planeta.

Em 1937 foi criado o SPHAN e, no mesmo ano, o arquiteto Lucio Costa foi enviado ao Rio Grande do Sul para analisar os remanescentes dos Sete Povos das Missões e propor providências. A criação do museu foi uma das primeiras iniciativas do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, hoje IPHAN.

A estatuária missioneira, acervo do Museu das Missões, reflete a riqueza cultural da civilização que se desenvolveu na região, reconhecidos por Voltaire, Montesquieu e os principais pensadores do mundo como um verdadeiro triunfo da Humanidade. O Museu foi Inspirado nas habitações dos missioneiros, com avarandado coberto por telhas de barro, hoje é um marco que contém a mais rica coleção pública de imagens de rara beleza. São quase cem imagens, de tamanhos que vão de 15 cm a 2,20 m. A arte missioneira reflete a influência do barroco europeu da época e sua fusão com os traços indígenas. É interessante observar que a parte posterior das grandes imagens foi cavada pelos escultores índios e jesuítas com o objetivo de diminuir o peso e evitar rachaduras.

Visitar o Museu das Missões é compreender a expressão da Unesco que reconhece nas Missões uma experiência sem precedentes na Humanidade

Como Chegar: No interior do Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo, São Miguel das Missões-RS. Ao lado da Pousada das Missões


Ponto de Memória Missioneira


Concebido e organizado originalmente por Valter Braga, o Ponto de Memória reúne inúmeros objetos que fazem referência à história da região missioneira e de seus habitantes, destacando-se neste cenário a presença de indígenas e de imigrantes de origem européia.

O Ponto de Memória Missioneira possui em seu acervo um amplo leque de bens culturais, incluindo elementos arquitetônicos e construtivos. Ao mesmo tempo, seu acervo abrange artefatos e instrumentos utilizados por grupos de imigrantes que ocuparam o atual território de São Miguel das Missões entre os séculos XIX e XX, após o período de crise ocorrido com a expulsão dos jesuítas da América Portuguesa e com a Guerra Guaranítica. Também guarda bens representativos da cultura indígena, particularmente da comunidade Mbyá-Guarani.

As práticas e rituais desenvolvidos no Ponto de Memória Missioneira estão conectados com a realidade social de seus protagonistas, que têm conservado e divulgado um conjunto de bens culturais nos quais os moradores encontram reconhecimento e identidade.

Neste sentido o Ponto de Memória representa um processo de natureza comunitária e popular, capaz de dar sentido a um forte desejo de memória existente entre moradores de São Miguel das Missões. Surge como um meio para assegurar a participação comunitária no trabalho de reconhecimento, proteção e promoção do patrimônio cultural, apostando na interação entre os diversos grupos tradicionais, étnicos e populares existentes no contexto local.

O Ponto de Memória Missioneira, parceiro do Programa Pontos de Memória, está localizado em São Miguel das Missões, a 50 metros da Pousada das Missões.

Não deixe de conhecer este ponto de memória, cultura e verdadeiro amor pelas Missões.

Como Chegar: A 50 metros da Pousada das Missões


Pórtico de Acesso a São Miguel das Missões


O Pórtico de São Miguel das Missões, na RS 536 é um monumento em homenagem aos Missioneiros. Localizado a 16 km da sede do Município, o pórtico possui esculturas que representam São Miguel Arcanjo, homens, mulheres e crianças da Nação Guarani, o Padre Jesuíta Cristóvão de Mendonza e Sepé Tiarajú. A frase dita por Sepé Tiarajú na Guerra Guaranítica está escrita em guarani: Co Yvy Oguereco Yara (Esta terra tem dono).

Como Chegar: RS 536, no acesso ao município de São Miguel das Missões


Santuário do Caaró


Em 1988, o Papa João Paulo II canonizou os três primeiros mártires sul-americanos: São Roque González, Santo Afonso Rodriguez e São João de Castilhos. Os três foram mortos em 1628. O Santuário do Caaró fica a 25km de São Miguel das Missões, em terras do município de Caibaté e é considerado o local onde dois dos três padres Mártires das Missões foram mortos. Na redução de Assunção do Ijuí foi morto o Padre João de Castilhos. O Santuário do Caaró é local de procissão procurado por pessoas de diversos países e a água de sua fonte é considerada milagrosa.

Como Chegar: Localizado a 16 km do centro de Caibaté. A 25 km de São Miguel das Missões.


Turismo Rural nas Missões


Conhecer as Missões é uma verdadeira viagem no tempo, percorrendo caminhos que contam a história dos Sete Povos. É viajar na magia Guarani e vivenciar os mistérios dessa terra onde se viveram experiências inéditas pela construção em solo gaúcho dos Sete Povos das Missões. Região rica em patrimônios culturais da humanidade que ainda hoje possibilitam a sensação de fazer parte do cenário que unia a antiga província jesuítica do Paraguai, hoje distribuída pelas fronteiras do Mercosul.

Pelo caminho, a Rota Missões irá orientar sua visita por esse mundo de magia. Cidades com um povo orgulhoso de sua história e uma estrutura pronta para receber o visitante tornam cada passo, cada olhar, cada sentimento, coberto pela magia dos povos guaranis que cruzaram esse chão. Tão rica e importante quanto sua história é sua natureza, que encontra sua maior expressão nas águas do Rio Uruguai, percorrendo mais de 150 quilômetros onde balneários, esportes náuticos e pesca esportiva complementam a beleza das barrancas do rio.

No interior, propriedades de turismo rural, parques aquáticos, trilhas e agroindústrias possibilitam uma maior integração com essa região. Para quem pretende compreender a formação da cultura gaúcha, o caminho é passar pelo menos um dia na fazenda.

Saborear o bom Chimarrão ou aquele churrasco feito como há 400 anos. Cavalgar, observar lindas paisagens, fauna nativa, pescar nos arroios e rios, desvendar a mata nativa, absorver a pureza do ar e a beleza inigualável do céu missioneiro e ainda sentir o cheiro desta linda terra. Você pode também participar de uma "lida" campeira com gado ou ovelhas.

O turismo rural é muito forte entre as cidades das Missões, com trilhas, cavalgadas e atividades do cotidiano campeiro. São Miguel das Missões oferece algumas opções de passeio:

Na Fazenda da Laje, o principal local de retirada das pedras para a construção da redução jesuítica, a 18 km do centro da cidade, você encontrará um atendimento qualificado, feito pelos proprietários, com a alegria, receptividade e simplicidade do povo missioneiro. Você passará momentos de encantamento ao desvendar a história e o misticismo da Lenda da Corrente, em um local onde muitos pesquisadores ainda hoje procuram o “Ouro das Missões”. A Fazenda da Laje abriga impressionantes vestígios de uma das pedreiras missioneiras usadas no século XVIII pelos índios guaranis e padres jesuítas para a construção dos prédios de São Miguel Arcanjo. Cercada de uma bela paisagem gaúcha a fazenda possui estrutura preparada para o turismo rural com muita história, gastronomia típica, passeios a cavalo, trilhas de caminhada, natureza exuberante e muito mais.

azenda do Presente: Local de Turismo Rural e Lazer, conta com balneário e um dos melhores sabores da culinária gaúcha típica. Dispõe de churrasqueiras e parque infantil, Pesque e pague, área de atividades aquáticas, trilha ecológica, passeio a cavalo e charrete. Período de atendimento: durante a temporada, de Outubro a Abril, diariamente, das 8h às 22h e no restante do ano diariamente com agendamento.

Para outros passeios de turismo rural informe-se na recepção da Pousada das Missões com nossos atendentes. Não deixe de levar sua família ou colegas da escola viver estas maravilhosas experiências.

Como Chegar: No interior do município de São Miguel das Missões


Vinícola Fin


Vinícola Fin, terceira geração da família originária do Vêneto no Brasil. Fundada no ano de 2003 na região das Missões, sendo a pioneira no noroeste do estado do Rio Grande do Sul e símbolo do estilo missioneiro.

A Vinícola Fin hoje representa a cúpula da enologia das missões pela qualidade e excelência dos seus vinhos, vinhedos e sucos de uvas cultivados através de uma agricultura biodinâmica respeitando o meio ambiente.

Viva esta experiência, conheça a Vinicola Fin!

Como Chegar: BR 285 km 508 - Entre-Ijuís- Missões- Rio Grande do Sul

E-mail:contato@vinicolafin.com.br

Link: www.vinicolafin.com.br